Tele-Atendimento:
(62) 3223-3943
E-mail:
contato@simego.org.br
Newsletter
Inscreva-se em nossa newsletter e fique por dentro de nossas novidades.

SMS de Goiânia mantém portaria e médicos suspendem atendimentos 06/12/2017

Os médicos prestadores de serviços credenciados ao Sistema Único de Saúde (SUS) vinculados à Secretaria Municipal de Saúde  (SMS) de Goiânia suspenderam todos os procedimentos de exames diagnósticos de média e alta complexidade executados em favor dos usuários que são assistidos na rede credenciada ao SUS. 

 

A paralisação foi iniciada após a negativa da SMS de Goiânia de revogar a Portaria SMS nº 260/2017 que cortou a complementação do pagamento de verbas e honorários médicos complementares aos valores praticados na tabela unificada do SUS.

 

Segundo ofício enviado ao Sindicato dos Médicos no Estado de Goiás (SIMEGO),  o corte da complementação se deu devido a inexistência de capacidade financeira para arcar com tal despesa e que “os prestadores de serviços de diagnósticos de média e alta complexidade credenciados ao SUS, cada qual, podem analisar a viabilidade na continuidade da execução dos serviços”. 

 

A presidente do SIMEGO, Pabline Marçal, lamenta a posição da SMS de Goiânia. “Esperávamos uma maior sensibilidade por parte da gestão municipal. Infelizmente, sem o pagamento da complementação os pacientes ficarão sem cobertura de diversos exames, procedimentos e cirurgias, pois em alguns casos os valores pagos pela tabela SUS não cobrem nem os custos para a realização dos procedimentos”, finalizou.

Compartilhe isso: