Tele-Atendimento:
(62) 3223-3943
E-mail:
contato@simego.org.br
Newsletter
Inscreva-se em nossa newsletter e fique por dentro de nossas novidades.

Plenária Temática reforça importância da união das Entidades Médicas 03/05/2018

O Sindicato dos Médicos no Estado de Goiás (SIMEGO) participou na última quinta-feira (26) da plenária temática sobre o “Papel e a Atuação das Entidades Médicas”. O evento foi uma promoção do Conselho Regional de Medicina (Cremego), ocorreu na sede do órgão conselhal e teve como principal objetivo esclarecer sobre as atribuições legais de cada entidade, além de buscar uma maior união entre as mesmas para fortalecer a categoria médica.

 

Além do SIMEGO, representantes  da Academia Goiana de Medicina, da Associação Médica de Goiás (AMG), do Cremego, da Unimed Goiânia e da Associação dos Hospitais Privados de Alta Complexidade do Estado de Goiás (Ahpaceg) participaram do debate.

 

O secretário de Comunicação e Imprensa do SIMEGO, Rafael Cardoso Martinez, falou sobre a história e a importância da atuação da entidade sindical para a categoria médica em Goiás. “Essa é uma excelente oportunidade para que as funções de cada entidade sejam esclarecidas.  O sindicato é a entidade que, por lei,  tem  como função lutar pelas condições de trabalho e por melhorias na remuneração médica. É o sindicato que pode atuar na defesa dos interesses coletivos e individuais dos médicos, tanto nas esferas administrativas quanto nas demandas judiciais”, pontuou. 

 

Martinez disse que está na hora de repensar a postura das entidades médicas para que possam alcançar a confiança da categoria. Ele solicitou a colaboração de todos os presentes para que ajudem na conscientização dos colegas sobre a importância da manutenção do sindicato e sobretudo no fortalecimento da instituição. “Estamos passando por um período delicado. Temos um orçamento menor que nos anos anteriores e com mais demandas para atender, principalmente  com o  aviltamento da remuneração médica. Temos nos empenhado muito na defesa da categoria, contudo, não conseguimos que os colegas compreendam a importância de continuarmos trabalhando e que para isso precisamos nos manter fortes financeiramente”, analisou.

 

O presidente do Cremego, Leonardo Mariano Reis, explicou ainda que a entidade é uma autarquia federal e, portanto, cumpre as determinações da legislação que orienta a administração pública, tendo como principal atribuição supervisionar e disciplinar o exercício da medicina. Ressaltou ainda que muitos médicos desconhecem esse papel e procuram o órgão com demandas trabalhistas. “Nós ajudamos no que é possível, mas orientamos a buscar a entidade que tem essa atribuição: o SIMEGO”, afirmou.

 

Reis conclamou as entidades a unificarem as ações para que possam atuar de maneira conjunta para fortalecer o movimento médico como um todo.
 
José Umberto Vaz de Siqueira, presidente da AMG, explanou sobre as atribuições  da entidade, que tem como uma de suas principais funções emitir as titulações de especialidades em Goiás, todas elas validadas pela Associação Médica Brasileira (AMB) e ressaltou a importância do debate para o fortalecimento das entidades em  Goiás.

 

O presidente Unimed Goiânia, Breno de Faria, defendeu o fortalecimento das entidades que representam a categoria médica. Em sua apresentação sobre as atividades da cooperativa médica afirmou que um dos preceitos da cooperativa é garantir condições de trabalho e remuneração justa aos médicos cooperados.

 

A conservação da memória da Medicina em Goiás foi um dos destaques  nas atribuições da Academia Goiana de Medicina. Segundo o presidente da Academia,  Nilzio Antônio da Silva,  há 30 anos a entidade  tem buscado promover atividades científicas e culturais em Goiás.

 

Para o presidente da Ahpaceg, Haikal Helou, é fundamental que todas as entidades representativas da categoria médica desempenhem seu papel e, assim como os demais expositores, defendeu a união e o fortalecimento das entidades médicas para que todos sejam beneficiados.

 

As entidades médicas presentes concordaram em manter uma agenda conjunta na luta pelo fortalecimento das entidades,  pela  defesa da ética e pelo desenvolvimento do exercício da medicina.

 

Com informações : Cremego

Compartilhe isso: