Tele-Atendimento:
(62) 99631-6753
E-mail:
contato@simego.org.br
Newsletter
Inscreva-se em nossa newsletter e fique por dentro de nossas novidades.

Sem condições de trabalho, médicos da SMS de Goiânia iniciam movimento reivindicatório 26/04/2022

Reivindicar por melhores condições de trabalho é necessário e é um direito de todos!

Na última segunda-feira (25.04), médicos efetivos, credenciados e prestadores de serviços vinculados à Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Goiânia se reuniram em Assembleia Geral Extraordinária (AGE).

As reivindicações são por condições básicas de trabalho e estruturais! Muitas vezes, falta água nas unidades de saúde e as pessoas não têm nem como higienizar as mãos! A segurança é outra pauta fundamental, pois frequentemente os médicos são vítimas de agressões e, neste caso, o SIMEGO está em constante negociação com a Guarda Civil Metropolitana para modificar a situação, já solicitando uma nova reunião que será marcada.

Também reiteramos a solicitação de realização de concurso Público, fortalecendo o vínculo empregatício que consideramos mais adequado. Além disto, a descentralização do atendimento pediátrico de urgência, o remanejamento de médicos, dentre outras pautas que foram abordadas.

O SIMEGO oficiará a SMS de Goiânia e pleiteia uma reunião para dar início às negociações!

"Os médicos da SMS de Goiânia estão sendo penalizados com a falta de condições de trabalho e com a precarização dos vínculos trabalhistas. Outra situação delicada que estão vivendo é a centralização do atendimento pediátrico que tem obrigado os clínicos a atenderem crianças, algo que causa extremo desconforto aos profissionais. Esperamos que a gestão seja sensível às reivindicações que tem como objetivo prestar uma assistência de qualidade para a população goianiense", afirmou Franscine Leão, presidente do SIMEGO.

 A AGE ficou aberta em caráter permanente podendo ser convocada a qualquer momento.

Compartilhe isso: