Tele-Atendimento:
(62) 3223-3943
E-mail:
contato@simego.org.br
Fotos
Votação eleições 2011/2013 - 26 de maio de 2011

Os  médicos do Hospital Araújo Jorge que atendem aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) se reuniram em Assembleia Geral Extraordinária Permanente (AGEP), na noite desta terça-feira (1), convocada pelo Sindicato dos Médicos no Estado de Goiás (SIMEGO) para discutirem sobre  uma nova proposta da prefeitura de Goiânia com relação à pauta de reivindicações da categoria.

A categoria reivindica a quitação dos vencimentos atrasados e a regularização dos pagamentos após o repasse da verba pelo Ministério da Saúde ao Fundo Municipal de Saúde.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Goiânia enviou representantes para explicar aos médicos os motivos dos atrasos  e também como serão feitos os pagamentos dos honorários médicos a partir de agora. Segundo Claudio Tavares, superintendente de Gestão de Redes de Atenção à Saúde, os pagamentos da competência do mês de dezembro de 2015 já foram autorizados  e os médicos devem começar a recebê-los a partir desta quarta-feira (2).

Posteriormente à saída dos representantes da SMS de Goiânia, a assembleia debateu amplamente o assunto  e após uma votação apertada  deliberou por continuar a negociação com a Prefeitura de Goiânia e  suspender temporariamente o movimento de paralisação que estava programado para ter início   hoje.

Os presentes deliberaram ainda por manter a Assembleia  em caráter permanente podendo ser reinstalada a qualquer momento para novas deliberações